Logotipo | Portal CDL Barra Mansa

CERTIFICADO DIGITAL

Faça conosco seu cartão de segurança em transações online.

Saiba mais

UNIMAX

Plano de Saúde com a melhor tabela da cidade.

Saiba mais

SPC CONSULTA

Associado, faça aqui suas consultas de SPC.

Realizar Consulta

Um milhão de sacos plásticos por minuto

Ícone - Data de Publicação 05/06/2018      Ícone - Autor Thais Mattos



Foto - Um milhão de sacos plásticos por minuto

< Voltar para notícias



Nesse dia 5 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente – a Revista O Lojista Digital destaca o impacto das sacolas plásticas na natureza.
Como a maioria das invenções do mundo moderno, os sacos plásticos estão relacionados à praticidade e ao conforto, porém, este é o resíduo que mais causa impacto e degradação ao meio ambiente. E na sua maioria, muitas vezes por falta de maior conscientização eles são usados apenas uma vez e depois descartados. 


Porém, em meio à economia, à praticidade, ao conforto, está a questão tão importante do cuidado com o meio ambiente. Esse produto é um dos principais causadores de entupimentos nas passagens de água nos bueiros e córregos, contribuindo muito para a retenção de lixo e para as inundações em períodos chuvosos. 


As sacolas plásticas também são responsáveis pela poluição dos mares e rios, se tornando altamente prejudicial à vida dos animais. 


A matéria-prima utilizada em sua fabricação, o polietileno, é uma substancia não renovável, originada a partir do petróleo. Com isso, essas sacolas demoram cerca de 200 anos para se degradarem na natureza. E mais, a decomposição desse plástico polui o meio ambiente, através da liberação do gás carbônico, um dos grandes causadores do efeito estufa.


Com a conscientização de quanto o uso das sacolas plásticas são prejudiciais ao meio ambiente, algumas alternativas estão surgindo para tentar reduzir seu uso.  


É possível diminuir a uso das sacolas plásticas, algumas atitudes podem ajudar e muito nessa conquista:

  • Levar sua sacola na hora das compras. Não importa se a quantidade não é suficiente, pelo menos, boa parte das sacolas destinadas a isso não serão utilizadas;
  • Ecobag's ou sacolas de feira. Elas são feitas de matérias resistentes e podem ser utilizadas por muito tempo;
  • Se precisar transportar um grande número de compras, opte pelo uso das caixas de papelão.

Mesmo o comércio em diferentes setores, sabendo da importância e do correto uso das sacolas por parte da população, é sim, muito difícil ainda eliminá-las do mercado. A população é bastante a favor – ainda – do fornecimento delas pelo varejo. 


“As sacolas plásticas são econômicas, duráveis, resistentes, práticas, higiênicas e inertes, são reutilizáveis e 100% recicláveis. Mas a questão é reduzir o impacto ambiental causado por aqueles que desperdiçam ou descartam incorretamente as sacolinhas.  É importante que sejam usados, reutilizados, coletados seletivamente e destinados à reciclagem, que pode ser mecânica, que os transformará em novos produtos, ou mesmo energética, que os converterá em energia de forma segura. Um processo ainda a ser conquistado no Brasil”, explica Francisco de Assis Esmeraldo é engº químico, presidente da Plastivida Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos, membro do Conselho Superior de Meio Ambiente da FIESP, do Conselho Empresarial de Meio Ambiente da FIRJAN (RJ), do Conselho Executivo da Associação Brasileira de Embalagens (ABRE) e do Conselho de Administração do Instituto do PVC.  


É preciso o engajamento de todas as classes envolvidas nessa questão. Indústria, varejo, consumidores. Uma ação conjunta tem um grande potencial transformador!

Fonte: Site Pensamento Verde

 





< Voltar para notícias



Compartilhar:

CURSOS E EVENTOS





Palestra

Como usar as vendas de Natal para fidelizar Clientes

30/10/2018 18:30h CDL Barra Mansa

Esta palestra trabalha a importância do Atendimento Pós-Venda e das Estratégias e Políticas para manter clientes satisfeitos e encantados sempre.

CONECTE-SE ÀS REDES SOCIAIS

Acompanhe as redes sociais da CDL Barra Mansa e fique por dentro de todas as novidades!