Logotipo | Portal CDL Barra Mansa

CERTIFICADO DIGITAL

Faça conosco seu cartão de segurança em transações online.

Saiba mais

UNIMAX

Plano de Saúde com a melhor tabela da cidade.

Simule aqui

SPC CONSULTA

Associado, faça aqui suas consultas de SPC.

Realizar Consulta

Setembro Amarelo: a importância de falar sobre prevenção de suicídio

Ícone - Data de Publicação 14/09/2020      Ícone - Autor CDL BM



Foto - Setembro Amarelo: a importância de falar sobre prevenção de suicídio

< Voltar para notícias



Em um ano de pandemia de Covid-19, não tem como o Setembro Amarelo passar em branco. A saúde mental durante um momento como esse, que ainda exige distanciamento social, precisa estar em voga.
Desde as primeiras semanas da pandemia do novo coronavírus, especialistas alertam para o potencial crescimento dos casos de transtornos psicológicos e de suicídio, causados não apenas pela própria pandemia como também pelas medidas de isolamento social, pela crise econômica e por toda a incerteza que cerca o “novo normal”.

 


Dessa forma, mais do que nunca, torna-se necessário falar sobre o assunto, e buscar ações de ajuda ao próximo, bem como políticas públicas no combate ao suicídio.
Segundo dados recolhidos em 2012 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida todos os anos. Estima-se que no mundo acontece um suicídio a cada 40 segundos.

 


Em mais de 170 países, o mês de setembro é dedicado a campanhas para esclarecer a população e realizar ações de prevenção do suicídio – é o chamado Setembro Amarelo.

 

 

 

Segundo os especialistas, para ajudar uma pessoa com tais comportamentos, algumas ações são fundamentais, como:

 

 

- ouvir, demonstrar empatia e ficar calmo;

- ser afetuoso e dar o apoio necessário;

- levar a situação a sério e verificar o grau de risco;

- perguntar sobre tentativas de suicídio ou pensamentos anteriores;

- explorar outras saídas para além do suicídio, identificando outras formas de apoio emocional;

- conversar com a família e amigos imediatamente;

- remover os meios para o suicídio em casos de grande risco;

- contar a outras pessoas, conseguir ajuda;

- permanecer ao lado da pessoa com o transtorno;

- procurar entender os sentimentos da pessoa sem diminuir a importância deles;

- aceitar a queixa da pessoa e ter respeito por seu sofrimento;

- demonstrar preocupação e cuidado constante.

 


Vamos juntos buscar ações para combater o suicídio não somente no Setembro Amarelo, mas diariamente, insistentemente!
A informação, a divulgação e o amor ao próximo juntos nesse combate e na ajuda ao próximo!





< Voltar para notícias



Compartilhar:

CURSOS E EVENTOS





CONECTE-SE ÀS REDES SOCIAIS

Acompanhe as redes sociais da CDL Barra Mansa e fique por dentro de todas as novidades!